Notícias / Barra do Garças

07/12/17 às 16:27 / Atualizada: 08/12/17 às 18:03

Coral UFMT Araguaia dá início às comemorações de seus 18 anos

Vasco Aguar, Kelly Freitas e Heitor Roncalli

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Coral UFMT Araguaia dá início às comemorações de seus 18 anos

Coral UFMT Araguaia durante a primeira apresentação comemorativa.

Foto: Assessoria

O coral UFMT Araguaia iniciou neste mês de dezembro as comemorações dos seus 18 anos, que serão também celebrados ao longo do próximo ano. A primeira delas aconteceu na última sexta-feira (1), no anfiteatro da UFMT em Pontal do Araguaia. Ainda este mês, o coral fará mais dois concertos, com o tema “We are the world”, que tem a intenção de valorizar as diferenças e a reflexão de que todos somos um. A primeira apresentação será no Cinema I da UFMT, em Barra do Garças, dia 12, às 12h30 e a segunda na Câmara Municipal de Barra do Garças, dia 15, às 19h30.

Maestro e fundador do coral, Marco Donisete Campos disse que o tema do concerto comemorativo surgiu a partir da conhecida música do cantor Michael Jackson. “Esta canção é simbólica e marcou uma luta pela solidariedade. Estamos vivendo em um mundo de ideologias tão distintas e acabamos perdendo um pouco a ideia do coletivo”. Ele explica que esse tema tem como objetivo pensar na união, já que segundo o maestro, para o mundo evoluir é preciso sermos generosos com o próximo.

Além da canção “We are the World”, o repertório das apresentações será repleto de clássicos como “Canção da partida”, de Dorival Caymmi e “Que maravilha!”, de Toquinho e Jorge Benjor, além de outras canções. Já que em dezembro é celebrado o Natal, o coral UFMT Araguaia também interpreta três peças natalinas.

18 anos de coral

Donisete comenta sobre a expectativa pela comemoração dos dezoito do coral, que será no próximo ano. “É um momento bem significativo, olhamos para trás e vemos todo o caminho percorrido, isso é gratificante.” Ele celebra este momento e ainda vislumbra novos passos para o grupo. “Temos muitos planos para o coral, como por exemplo, nos apresentarmos em locais onde não estivemos, existe um horizonte enorme que a gente pode percorrer”, conclui.

A estudante de Biomedicina na UFMT Araguaia, Larissa Bisinoto, membro do grupo desde o ano passado, explica que o coral tem sido um projeto de grande importância para sua formação acadêmica, além de ser um ambiente que propicia a troca de experiências. “Nos tornamos realmente uma família, é muito bom ver a interação entre os diversos cursos, amo a música e tudo de bom que ela me traz ”, declara.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

A Exclusão e o Pancadão

Uns anos atrás, escrevi um artigo sobre a repressão praticada pelos seguranças dentro dos shoppings centers em São Paulo, uma vez que não permitiam que grupos de jovens da periferia, que marcavam encontros chamados...

 
 
 
 
Sitevip Internet