Notícias / Água Boa

04/12/17 às 12:52 / Atualizada: 04/12/17 às 13:11

Água Boa - Governo anuncia a criação de duas novas escolas no município

Gustavo Nascimento | Seduc-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Água Boa - Governo anuncia a criação de duas novas escolas no município

Foto: Assessoria

A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) anunciou, neste domingo (03.12), a criação de mais duas novas escolas no município de Água Boa, sendo uma escola de ensino integral vocacionada ao esporte. Há mais de 30 anos, a região não recebe uma nova unidade escolar.

Neste domingo, o secretário de Educação, Esporte e Lazer, Marco Marrafon, se reuniu com vereadores, empresários, pastores de igrejas evangélicas, gestores escolares, representantes da agricultura familiar e o prefeito de Água Boa, Mauro Rosa da Silva, para debater sobre a criação das novas unidades e os investimentos para a educação no município.

Conforme o prefeito, a escola estadual mais nova do município foi construída em 1986, ocasião em que Água Boa tinha apenas 7 mil habitantes. “A nossa realidade mudou e hoje temos mais de 32 mil moradores no nosso município”, afirmou.

 

Durante o encontro, Marrafon aproveitou para visitar as instalações das escolas estaduais Antônio Grohs e 9 de Julho, além do terreno que abrigará uma nova escola de ensino médio.

Segundo o secretário, a nova unidade será modular, totalmente climatizada, contando com 12 salas de aula e capacidade para atender mais de mil alunos. A unidade será instalada no início de 2018.

Em seguida, a comitiva visitou o Ginásio de Esportes Domingos Zandoná, que irá abrigar uma escola de ensino integral vocacionada ao esporte, nos mesmos padrões da Arena da Educação, em Cuiabá. A Prefeitura se disponibilizou a ceder e adequar o espaço para receber a unidade.



“Será uma escola integral com a melhor qualidade de ensino e alimentação para as nossas crianças, esse é um projeto que temos muito orgulho e carinho. E por isso ficamos ainda mais felizes de implementá-lo aqui, nessa comunidade”, afirmou o secretário.

Ao final da manhã, Marrafon realizou a palestra: A Educação que Queremos no distrito de Santa Maria. O evento reuniu mais de 300 pessoas entre representantes de 42 Projetos de Assentamento Rural da região e membros da comunidade evangélica.

 

PRÓ-ESCOLAS

As obras fazem parte do Pró-Escolas, maior programa de investimentos da história da educação de Mato Grosso, com um investimento de R$ 360 milhões para reforma e construções de unidades escolares em 2017 e 2018.

O programa visa a melhorar a qualidade de ensino e alavancar os indicadores educacionais no estado. Este ano, 18 novas unidades escolares já foram inauguradas.

No plano de ações do Programa constam ainda a melhoria dos resultados do Estado no IDEB; redução do analfabetismo da população com 15 anos de idade ou mais; valorização e capacitação dos profissionais da Educação; redução da evasão escolar; e a ampliação do número de escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, as Escolas Plenas.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Kleber Paulo Peters, em 05/12/17 às 10:07

    Só espero que não fique igual o VLT: só na promessa.

  • por Luis Gonzaga Domingues, em 05/12/17 às 08:57

    O governo do Estado de Mato Grosso está enganandomais uma vez a população pobre com a proposta de construção de duas escola em Água Boa. Só que população e o Secretário de Educação do Municípo não sabem ou faz de conta que não interessa o modelo estrutural(físico) e também a proposta pedagógica a ser adotada nas referidas escolas. Não minha opinão, nem ele e muito menos os políticos do município possuem conhecimento suficiente para discutir com o governo uma escola com estrutura adequada a realidade atual com objetivo de desenvolver um projeto pedagógico que faça com que os alunos se tornem pessoas críticas, participativas, poletizadas, etc. O modelo a ser adotado será o mesmo da idade média, onde o quadro e o giz serão as ferramentas mais importantes, ou seja, uma escola tradicional, positivista e que tem com finalidade o controle do aluno. É o mesmo modelo adotado pelo exército brasileiro e que já existe na região, em Água Boa e no Brasil. Portanto, a produção do conhecimento científico por parte dos professores e alunos não interessa aos analfabetos funcionais e políticos do município. A coligação política local é composta por partidos com diferentes ideologias. Jamais iria querer uma escola que tenha projeto como objetivo atender as necessidades da população pobre.

  • por REVOLTADO, em 04/12/17 às 13:43

    sempre faço varias creticas qndo vejo ou leio sobre algo errado e qndo nossas autoridades nao fazem nada mas dessa vez parabenizo todos vs que estao a frente dessa iniciativa agora sim agua boa começa a andar pra frente e so nao deixa fica so no papel parabens a todos e caçu uma noticia dessa por gentileza coloca em destaque bem grande aqui no seu site ok

 
 

veja maisArtigos

Juacy da Silva

Envelhecimento, um grande desafio

Todos os países, ao longo da história, experimentaram ou alguns estão experimentando ou ainda vão experimentar o que os estudiosos denominam de “transição demográfica”, que é uma...

 
 
 
 
Sitevip Internet