Notícias / Educação

29/11/17 às 13:04

Seduc e prefeitura de Canarana discutem demanda da Escola Estadual 31 de Março

Comunidade escolar deve ser atendida com salas modulares, até que a obra na unidade seja concluída. Proposta será apresentada nesta quarta-feira

Viviane Saggin | Seduc-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Seduc e prefeitura de Canarana discutem demanda da Escola Estadual 31 de Março

Foto: Assessoria

A convite da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), o prefeito de Canarana (a 823 km de Cuiabá), Fábio Faria, participou na tarde desta terça-feira (28.11) na sede do órgão, em Cuiabá, de reunião com a equipe técnica para discutir a situação da Escola Estadual 31 de Março.

Recebido pelo secretário executivo da pasta, Nelson Correa Viana, o prefeito conheceu o modelo de salas modulares isotérmicas, que serão utilizadas na construção de um novo prédio para abrigar a comunidade escolar da unidade, até que a obra na escola seja concluída.

Durante a reunião, o prefeito apresentou terrenos que poderiam receber a estrutura, entre eles, o espaço de cerca de 5 mil m2 ao lado do Ginásio Pedro Cancian, no centro da cidade.

“Este local, que será cedido pela prefeitura, se apresenta o mais adequado para atender os estudantes, já que possui infraestrutura de água, energia e o próprio ginásio para as atividades físicas. Além disso, é viável no que diz respeito à distância da região onde eles residem, sendo necessário um tempo menor de deslocamento”.   

O secretário executivo Nelson Viana destacou que a equipe de engenheiros da Seduc realiza simulações e levantamentos de custos para a obra e que a expectativa é que as salas estejam completamente instaladas para o início do ano letivo de 2018.

“Ao todo serão 16 salas de aula, salas para diretoria e professores, secretaria, biblioteca/informática, além de toda a estrutura necessária para o bom funcionamento da unidade, como banheiros, cozinha e refeitório”.

A proposta será apresentada pela administração municipal à comunidade escolar em reunião na noite desta quarta-feira. A ideia é mostrar a viabilidade do projeto e obter a aprovação de todos.

Primeira escola

 
Em funcionamento há cerca de 40 anos, o prédio onde funcionava a unidade originalmente apresentou problema de estrutura.

Por decisão da comunidade escolar, em assembleia realizada no dia 26 de janeiro de 2017, que contou com a participação do Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar (CDCE), profissionais, pais e assessoria pedagógica, a escola foi transferida para o Parque de Exposições da cidade, onde está instalada até o momento.

Porém, a estrutura física do local apresentou problemas e não está atendendo satisfatoriamente às necessidades dos estudantes. Fato que exige nova transferência de local.

Centro Integrado

A Seduc reforçou ainda que a comunidade escolar da EE 31 de Março será contemplada com Centro Integrado Escola-Comunidade (Ciec), considerado um projeto que promove a mudança na base social por meio da educação e da segurança comunitária.

“O projeto está em andamento e a licitação será publicada em um prazo máximo de 60 dias. Será uma nova estrutura para assegurar educação de qualidade a cada dos alunos”, frisou o secretário executivo.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

As mulheres da minha vida

Thomires era o nome da minha avó paterna.  Descendente de franceses, tinha a pele muito alva e os olhos azuis claros, que lembravam o mar. O louro esbranquiçado do seu cabelo remetia-me aos das minhas bonecas. Adorava admirar o...

 
 
 
 
Sitevip Internet