Notícias / Justiça

01/07/15 às 20:50

STF manda soltar Riva após ficar preso por 13 horas em Cuiabá

Defesa do ex-deputado cita que STF barra perseguição

CLÁUDIO MORAES

FOLHA MAX

Imprimir Enviar para um amigo
O ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, determinou há pouco a soltura imediata do ex-deputado estadual José Riva (PSD). Ele havia sido preso na manhã de hoje durante a "Operação Ventríloquo" acusado de comandar um esquema que teria desviado cerca de R$ 10 milhões dos cofres do Legislativo através de um suposto acordo judicial de uma dívida contraída com o banco HSBC na década de 90.

O pedido de revogação da nova prisão de Riva foi protocolado às 13h23 (horário de Brasília). Já às 16h04, os advogados Rodrigo Mudrovistchi e Válber Mello juntaram documentos novos ao pedido sendo que pouco após às 19h00 houve a decisão do ministro que manda Riva deixar imediamente o centro de custódia de Cuiabá para onde foi levado às 6h25 desta quarta-feira pelos agentes do Gaeco (Grupo de Apoio e Combate ao Crime Organizado).

"Ad referendum da Turma para determinar a suspensão da ordem de prisão decretada pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá/MT, na Representação Criminal 15072- 93.2015.8.11.0042", diz o despacho do ministro. No pedido de liberdade deferido, o advogado Rodrigo Mudrovistchi considerou que a nova prisão decretada pela magistrada estaria contrária ao entendimento do STF, que detreminou na semana passada a liberdade de Riva.

Preso na "Operação Imperador", Riva ficou detido por 123 dias acusado de liderar um esquema que teria desviado R$ 62 milhões do cofres do parlamento através da "compra fantasma" de materiais de escritório.  "O STF cumpriu seu papel cassando uma decisão desrespeitosa e estarrecedora contra um réu que já cumpre medidas restritivas", comentou Rodrigo.

Rodrigo Mudrovistchi ainda reafirmou a perseguição do Gaeco contra Riva com suposto aval da magistrada, que terá seu pedido de suspeição protocola. "Esse é um fato que aconteceu dentro da Assembleia sem a participação dele. Se houve algum prejuízo ou desvio, ele não participou disto", garantiu.

Para o advogado, os promotores precisam se atentar a investigar outros parlamentares. "Tenho insistido muito que a Assembleia não se confunde apenas com a figura do seu presidente. Acho que o Ministério Público tem traçado uma ideia de que não existe outros deputados e servidores", destacou.
A tendência é que Riva deixe a prisão ainda na noite de hoje. Também preso na operação, o ex-secretário geral da Assembleia, Luiz Márcio Pommot, deve continuar preso.

A OPERAÇÃO
A "Operação Ventríloquo" teve início após uma delação premiada do avogado Joaquim Fábio Mielli Camargo, que recebeu o valor de R$ 9 milhões do Legislativo, mas não repassou ao banco. Encurralado, ele resolveu confessar a fraude entregando José Riva, apesar dos pagamentos feitos diretamente a ele terem sido feitos pelos deputados Romoaldo Júnior (PMDB) e Mauro Savi, que ocupavam a presidência e primeira-secretaria em 2014.

Rodrigo Mudrovistchi ainda reafirmou a perseguição do Gaeco contra Riva com suposto aval da magistrada, que terá seu pedido de suspeição protocola. "Esse é um fato que aconteceu dentro da Assembleia sem a participação dele. Se houve algum prejuízo ou desvio, ele não participou disto", garantiu. 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Gilberto Figueiredo

Oficialização de Pazuello em Ministério garante continuidade de ações na Saúde

Foi com satisfação que recebi a notícia da permanência e oficialização de Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde. O gestor, que antes atuava como interino, assumiu oficialmente a pasta na...

 
 
 
 
Sitevip Internet