Notícias / Negócios

09/11/17 às 16:24

Suspeita de Cartel - Empresário denuncia existência de ‘cartel do gás’ em Nova Xavantina; gás em Campinápolis R$ 70,00

Redação NX1; Título ÁguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Suspeita de Cartel - Empresário denuncia existência de ‘cartel do gás’ em Nova Xavantina; gás em Campinápolis R$ 70,00

Foto: Divulgação

O empresário Sávio Carvalho iniciou uma campanha por meio de grupos de Whatsapp contra uma suspeita de cartel em Nova Xavantina. A suspeição é que o valor cobrado pelo gás liquefeito de petróleo (GLP) - ou, como é mais conhecido, gás de cozinha, seja o mesmo cobrado pelas 07 distribuidoras da cidade.

O site NX1 pesquisou preços em todas as 07 distribuidoras da cidade e ficou constatado que os preços dos gás de cozinha não tem variação de preço em cinco delas. Apenas duas empresas estão abaixo R$ 5,00 reais das demais.

A suspeita, de acordo com Sávio carvalho, é a de que as empresas estejam fazendo um esquema de cartel, que é um acordo de cooperação entre empresas que buscam manter (entre elas) a cota de produção do mercado, determinando os preços e limitando a concorrência.

“Existe uma chance de se ter essa cartelização por conta do valor cobrado pelo botijão. No entanto, não podemos esquecer que o grande fornecedor de todos eles, é o Estrelão Gás de Barra do Garças; onde, há indícios que pode haver uma monopolização da venda em Nova Xavantina.", explicou.
Em uma rápida pesquisa feita pelo site NX1, é possível constatar que Nova Xavantina é a cidade com o valor mais caro de botijão de gás de cozinha da região. Em média, em Nova Xavantina, o botijão de gás custa R$ 100,00; o município com preço mais barato é o de Campinápolis e Barra do Garças, R$ 70,00.

Outra curiosidade é a margem de lucro das empresas. Em Nova Xavantina as distribuidoras compram o botijão em média por R$ 45,00. O gás comprado pelas empresas e revendido por R$ 100,00 gera um lucro de 220%.

O alto custo do botijão de gás motivou um morador ir até a cidade de Campinápolis gravar um vídeo dele comprando um botijão por R$ 70 reais; onde, no vídeo, ele chama atenção das autoridades a respeito da suspeita de cartel. “é preciso acabar com essa cobrança abusiva. Pagamos caro e não temos opções de concorrência, pois tudo está o mesmo preço”, disse Ronaldo, morador de Nova Xavantina.

MP

Em contato com o Ministério Público, o promotor que está substituindo a promotora Maria Coeli Pessoa de Lima, adiantou que na segunda-feira, 13/11, a promotora estará retornando de suas férias e ela pode tomar alguma providência, caso houver necessidade. O site NX1 ligou no celular da promotora; no entanto, estava fora da área de serviço.

PREÇOS
Estrelão Gás – R$ 100,00
Gás Brasileiro – R$ 100,00
Pontual Gás – R$ 100,00
TeleGás – R$ 100,00
UltraGás – R$ 100,00
Gás Linda Chama – R$ 95,00
Gás Tavares – R$ 95,00.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Jair Capuxu, em 10/11/17 às 15:53

    Eu acho que tem cartel do Gás em outras cidades do Vale do Araguaia - MT.

  • por RUI VILANI PIRES, em 10/11/17 às 11:06

    Coincidência ou não, mas este assunto deveria ser debatido aqui em nossa cidade também. Salvo melhor juízo, não existe concorrência entre nossos revendedores, pois em todos eles, os preços são sistematicamente iguais, consequentemente, ficamos sem opção de livre escolha em melhores condições de preços.

  • por consumidor, em 10/11/17 às 07:25

    Porcentagem de 220% de lucro deveria ser vendido por 144,00 e não 100,00.

 
 

veja maisArtigos

Marcelo Duarte

Ferrovia como fator de competitividade

Cadeias produtivas dos mais diversos setores precisam operar sistemas logísticos eficientes para competir no mercado global e nacional. Na maioria das vezes, a disponibilização da infraestrutura de transportes, papel do Estado...

 
 
 
 
Sitevip Internet