Notícias / Notícias Gerais

01/07/15 às 19:11

Reboques são uma boa alternativa em viagens de férias

Davino Lima

Núcleo Detran TO

Imprimir Enviar para um amigo
Reboques são uma boa alternativa em viagens de férias

Reboque, popularmente conhecido como carretinha

Foto: Davino Lima

Enquanto no sul do país o frio castiga, aqui no norte o mês de julho é sinônimo de temporada de praias. E quem pretende viajar para acampar com a família pode precisar carregar muita coisa. Nessas horas o porta malas fica pequeno e o jeito pode ser recorrer a uma carretinha.

Os reboques – conhecidos como carretinhas, são uma boa opção para quem precisa levar muita bagagem - e até mesmo outros tipos de cargas. Contudo, deve-se ter em mente que eles são veículos e por isso devem ser licenciados junto ao Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO), para que sejam identificados e emplacados.

O processo de licenciamento é semelhante ao de um automóvel: o proprietário deve dirigir-se ao Detran-TO, em prazo de até 30 dias após a compra, portando a nota fiscal do reboque e os seus documentos pessoais. Por se tratar de um veículo não motorizado e que é acoplado a outro veículo, é necessário que seja pago apenas a taxa de licenciamento. Desta forma, os reboques são isentos de IPVA e do seguro obrigatório (DPVAT).

Qualquer um pode guiar um carro com reboque?

É importante que o condutor saiba que, de acordo com a soma dos pesos do automóvel e do reboque, a categoria da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pode ser diferente. Caso essa soma não ultrapasse 3.500 kg de Peso Bruto Total (PBT), o condutor deverá possuir carteira “B”. Já se ela ficar entre 3.500 e 6.000kg de PBT, a carteira necessária será a “C”. E caso ultrapasse 6.000 kg de PBT, a categoria exigida será a “E”.

Segundo o Gerente de Fiscalização e Segurança do Detran-TO, tenente Geraldo Magela, é importante também observar as condições do automóvel e do reboque.  “Deve-se ter atenção à capacidade de tração suportada pelo veículo, que deve constar no manual do proprietário, e o peso máximo suportado pelo reboque em questão, informado pelo fabricante” explica Magela.

O Gerente de Fiscalização e Segurança ainda comenta o fato de que é preciso ter atenção redobrada quando se for conduzir com reboque. “Carros com reboque podem ser conduzidos por qualquer cidadão habilitado. Apesar disso, é preciso ter o cuidado redobrado, pois com o reboque o carro aumenta de comprimento, o que pode dificultar ultrapassagens e manobras”.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

A Exclusão e o Pancadão

Uns anos atrás, escrevi um artigo sobre a repressão praticada pelos seguranças dentro dos shoppings centers em São Paulo, uma vez que não permitiam que grupos de jovens da periferia, que marcavam encontros chamados...

 
 
 
 
Sitevip Internet