Notícias / Barra do Garças

21/10/17 às 06:58

Pescadores Conselheiro Lafaiete (MG) se rendem às belezas do rio Araguaia

Jornal Correio da Cidade

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Pescadores Conselheiro Lafaiete (MG) se rendem às belezas do rio Araguaia

Foto: Turma dosTracajás

O rio Araguaia, no Mato Grosso, mais uma vez, foi o destino escolhido pela turma dos Tracajás de Lafaiete. Rinal­do, Ma­nuel, Dário, Manoel Santana, Gerson, Nelson, Jairo, Antônio Freitas, Diogo, Zezé, Paulo An­dré, Cleiton, Ulisses, Ryan, Israel e Marco Au­rélio Rossini partiram para Torixoréu, a 400 km da sua nascente e lá desbravaram as belezas do local em cenário que, por si só, já valia a viagem. A turma seguiu de avião até Barra do Garças e pegou mais de 60 km de transporte rodoviário até a pousada, onde se hospedou entre os dias 26 de setembro e 2 de outubro. 

Esses 16 pescadores inveterados saíam da pousada e pescavam até mais ou menos 30 km rio acima, dividido em dois trechos. No primeiro trecho, o rio é mais largo, mas estava raso, devido à seca. Lá era mais intensa a atividade dos peixes de escama (apapás e cachorras). Já no segundo trecho, os cânions deixam rio bem estreito, correndo entre paredões de pedra. Nessa água rápida e com muitas corredeiras, a ação era de jaús e piraíbas. Dividindo os dois trechos, há um remanso com uma praia, onde a pousada fez um ponto de apoio para almoço do grupo.

O clima, é claro, influenciou na pescaria e exigiu dos pescadores muito conhecimento para aproveitar ao máximo a pescaria, conhecendo e respeitando as características do lugar. Nos dois primeiros dias, o calor intenso e o rio de nível baixo favoreceram a atividade dos peixes de escama no primeiro trecho e resultou em pouca atividade dos peixes de couro no segundo. A partir do terceiro dia, veio a chuva. O nível do rio foi subindo, a temperatura caiu um pouco e o grupo percebeu a inversão do movimento dos peixes: diminuiu a atividade dos peixes de escama e aumentou muito a atividade dos peixes de couro.

Nesses cinco dias de pescaria, foram fisgados muitos apapás, cachorras, além de corvinas e cacharas. Os jaús eram em boa quantidade. Porém, os maiores ganharam a briga, na maioria das vezes, graças, especialmente, às características naturais do lugar: como o leito do rio é todo de pedra, eles se enlocavam com facilidade. Infelizmente, as piraíbas não deram as caras.

Ao fim da pescaria, o troféu de maior peixe de escama foi para a dupla Paulo André e Cleiton, com um belo apapá. Já o troféu peixe de couro ficou para a dupla Ryan e Ulisses, com um grande jaú. O grupo voltou apaixonado pela beleza do lugar e muito satisfeito com a excepcional estrutura da pousada. Os agradecimentos ficam para Marcelo Ferro e sua equipe, pela semana que proporcionaram ao grupo.
  • Pescadores Conselheiro Lafaiete (MG) se rendem às belezas do rio Araguaia
  • Pescadores Conselheiro Lafaiete (MG) se rendem às belezas do rio Araguaia
  • Pescadores Conselheiro Lafaiete (MG) se rendem às belezas do rio Araguaia
  • Pescadores Conselheiro Lafaiete (MG) se rendem às belezas do rio Araguaia
  • Pescadores Conselheiro Lafaiete (MG) se rendem às belezas do rio Araguaia
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

José Sarney

São Luís em Dezembro

O sinos do Natal já podem ser ouvidos nos seus sons distantes Quando eu era menino e começava, em São Bento, a descobrir o mundo com suas belezas, a primeira coisa que me encantava era o campo verde, lindo tapete de capins:...

 
 
 
 
Sitevip Internet