Notícias / Justiça

13/09/17 às 08:27

Senador José Medeiros convoca Lula, Dilma e Silval para depor na CPMI da JBS

Assessoria

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Senador José Medeiros convoca Lula, Dilma e Silval para depor na CPMI da JBS

Foto: Assessoria

Requerimento do senador José Medeiros (Pode-MT) pede a convocação dos ex-presidentes Lula e Dilma e do ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa para depor na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para apurar supostas irregularidades em empréstimos do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) ao grupo J&F, que controla a JBS. 

“Os fatos que envolvem os donos da JBS e os ex-presidentes petistas são gravíssimos e precisam ser apurados à exaustão. Os áudios de Joesley Batista, divulgados pela mídia nacional, trouxeram à tona detalhes de como Dilma e Lula foram informados sobre saldo de propinas de R$ 300 milhões para o Partido dos Trabalhadores. Portanto, a presença deles na CPI deverá esclarecer essa relação que eu considero no mínimo promíscua”, afirmou.
 
Quanto ao ex-governador Silval Barbosa, Medeiros afirma que pesam sobre ele a acusação de que os donos da JBS pagavam propinas para, em troca, receber incentivos fiscais em Mato Grosso. O fato já havia sido confirmado por Wesley Batista em sua delação, que afirmou ter pagado um total de R$ 30 milhões em propina ao ex-governador.
 
José Medeiros também quer que a CPMI ouça Esther Flesch, ex-sócia do escritório de advocacia Trench, Rossi e Watanabe, apontada como responsável pela contratação do ex-procurador da República, Marcello Miller e que teriam trocado e-mails sobre honorários, quando Miller ainda era procurador.
 
Jornalista – Ontem (11.09), o senador de Mato Grosso já havia apresentado requerimento convocando Joesley Batista e o procurador geral da República, Rodrigo Janot, a prestarem depoimento na CPMI da JBS. Além dos dois, Medeiros também pediu que o colegiado convocasse o empresário Ricardo Saud, a jornalista Ticiana Villas Boas, esposa de Joesley, o ex-procurador da República Marcelo Miller e Eduardo Botão Pelella, procurador da República.
 
A CPMI da JBS elegeu, nesta manhã de terça-feira (12.09), o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) como relator. O presidente do colegiado é o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO).
Imprimir Enviar para um amigo

comentar1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Luis Gonzaga Domingues, em 13/09/17 às 15:11

    Esse tal de José Medeiros é simples policial rodoviário, sendo analfabeto funcional e político. Nunca vi alguém falar tanta besteira a partir do senso comum como esse senhor. Acredito que o mesmo não tenha curso superior. Caso tenha realizado o referido curso deve ter entrado e saído pelo portão da Universidade sem nunca ler um grande pensador. Além disso, o mesmo está envolvido em corrupção no processo evoltou leitoral juntamente com outros políticos que poderão perde seus cargos. O Caso ao Suplemo Tribunal Eleitoral conforme a mídia de Cuíaba e nacional informou a semana passada. Ele não tem moral para cobrar nada de político algum do Estado até porque a maioria está envolvida em corrupção.

 
 

veja maisArtigos

Ernani Caporossi

Hipersensibilidade nos dentes

Tomar um cafezinho, um chá quente ou uma água gelada, degustar um sorvete, ou comer uma sobremesa podem se transformar numa angústia para uma significativa parcela da população mundial. Não há um...

 
 
 
 
Sitevip Internet