Notícias / Política

12/09/17 às 17:51

Cuiabá - Sessão cancelada por falta de quórum impede mais uma assinatura para a CPI de Emanuel Pinheiro

ZF Press

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Cuiabá - Sessão cancelada por falta de quórum impede mais uma assinatura para a CPI de Emanuel Pinheiro

Foto: Assessoria

A manhã desta terça-feira (12) começou confusa na Câmara Municipal de Cuiabá. A ausência de 17 parlamentares impediu a abertura da sessão ordinária por falta de quórum, que exige a presença de, no mínimo, um terço dos vereadores, totalizando nove parlamentares – mas somente oito estavam presentes.
 
Apesar de não justificarem a ausência, a maioria dos vereadores que não foi à sessão desta terça-feira forma a base aliada do prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), contra o qual existe em aberto, na Câmara Municipal, a propositura da criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).
 
A abertura da CPI visa investigar a quebra de decoro do chefe do Poder Executivo Municipal, por suposta participação em esquema de corrupção, enquanto Emanuel era deputado estadual.
Contudo, para abrir a CPI são necessárias nove assinaturas e até agora somente seis vereadores assinaram. 
 
O vereador Elizeu Nascimento (PSDC) sinalizou que seria o sétimo parlamentar a assinar, na sessão desta terça-feira. Este, conforme os oito parlamentares presentes na sessão de hoje, foi o motivo para que os demais 17 parlamentares se ausentassem da sessão ordinária.
 
RESPEITO – Para o vereador Gilberto Figueiredo, líder do PSB na Câmara Municipal, o cenário foi lastimável. “Mesmo estando presentes na Câmara, alguns vereadores evitaram a realização da sessão. Nem sequer deram uma justificativa aos vereadores presentes. Acredito que isso seja uma falta de respeito com os pares e, principalmente, com a população”.
 
Gilberto Figueiredo apontou que não se justifica a ausência de tantos vereadores em uma sessão ordinária. “Nós nos reunimos apenas duas vezes por semana para cumprir o expediente legislativo, em sessões que duram três horas. É lamentável que isso ocorra – a suspensão de sessão por falta de quórum – pois, manda um recado muito ruim para a população”, rechaçou o parlamentar.
 
“Nunca faltei às sessões e faço questão de chegar pontualmente no horário em cada sessão, afinal nós vereadores temos muito trabalho a fazer em uma Capital como Cuiabá. A Câmara Municipal não comporta atitudes antirrepublicanas”, dispara Gilberto.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Marcelo Duarte

Ferrovia como fator de competitividade

Cadeias produtivas dos mais diversos setores precisam operar sistemas logísticos eficientes para competir no mercado global e nacional. Na maioria das vezes, a disponibilização da infraestrutura de transportes, papel do Estado...

 
 
 
 
Sitevip Internet