Notícias / Saúde e Ciência

09/09/17 às 16:50 / Atualizada: 09/09/17 às 17:00

Cuiabá - Mulher espera 1 ano por cirurgia e cisto chega a 10 kg; ela está na UTI

Keka Werneck, Gazeta Digital

Edição ÁguaBoaNews, Clodoeste Kassu

Imprimir Enviar para um amigo
Cuiabá - Mulher espera 1 ano por cirurgia e cisto chega a 10 kg; ela está na UTI

Foto: Arquivo Pessoal

Empregada doméstica Nelci da Silva, 40, paciente da saúde pública de Cuiabá, esperou 1 ano pela retirada de um cisto que foi crescendo na barriga dela e neste tempo de espera chegou a pesar 10 quilos.

Na última quarta-feira (6), sentiu dores insuportáveis e foi levada às pressas para o Hospital Universitário Júlio Muller, onde passou por cirurgia de urgência, com risco de morte.

Houve complicações, pois o cisto rompeu durante a intervenção, atingindo pulmão, coração e rins. Ela está em estado grave num leito da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Júlio Muller.

O filho dela, Sérgio Murilo da Silva, 20, funcionário de empresa de produção de festas, explica que no posto de saúde do Santa Isabel, onde Nelci recebeu o diagnóstico médico, a informação era a de que ela estava na fila de espera e que estava tudo certo.

"Perguntamos várias vezes sobre quando seria a cirurgia, na agonia deste 1 ano de espera e a informação era sempre a de que estava tudo certinho e só agora fomos saber que ela não havia nem sido inserida na espera por cirurgia do SUS", lamenta o rapaz. "Meu medo agora é de perder minha mãe, que me criou sozinha. No mundo, somos só nós dois. Eu por ela e ela por mim".

Nelci é uma mulher baixa - de 1 metro e 60 centímetros - magra e à medida que o cisto crescia dava a impressão de que estava grávida, como compara o filho dela.

"Quando ela começou a sentir dor, eu fiquei muito assustado porque apareceu na face dela que a dor era insuportável. Ficou 3 dias sem comer, só reclamando de dor, dor, dor, até que não aguentou mais e fomos para o hospital", detalha o filho.

No hospital, o cirurgião informou que o caso era de cirurgia imediata mas que mesmo assim seria arriscado pelo tamanho que o cisto chegou.

"Estou dando muito antibiótico para ela reagir", relata o rapaz.

Sérgio Murilo denuncia o caso e pede providências para responsabilização pela negligência com a mãe dele.

O Gazeta Digital entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde mas até o momento não teve retorno.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Ernani Caporossi

Hipersensibilidade nos dentes

Tomar um cafezinho, um chá quente ou uma água gelada, degustar um sorvete, ou comer uma sobremesa podem se transformar numa angústia para uma significativa parcela da população mundial. Não há um...

 
 
 
 
Sitevip Internet