Notícias / Agronegócios

30/08/17 às 09:11

Imea prevê melhores condições para pecuaristas no MT

Dificuldade da indústria frigorífica pode resultar em melhores condições para os pecuaristas no Estado.

Agronotícias

Edição ÁguaBaNews, Clodoeste Kassu

Imprimir Enviar para um amigo
Imea prevê melhores condições para pecuaristas no MT

Foto: Divulgação

Depois de sete meses mais tranquilos para realizar compra, conseguindo alongar bem suas escalas, a indústria frigorífica começa a sentir os reflexos da seca. A constatação foi divulgada, há pouco, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Segundo o relatório, a média da escala de abate dos frigoríficos atingiu no mês de agosto (média até o dia 25) o menor valor do ano, chegando a 6,16 dias. O Imea aponta que no dia 23 a escala atingiu 5,32 dias. Para o instituto, no entanto, a dificuldade da indústria frigorífica pode resultar em melhores condições para os pecuaristas no Estado.

“A dificuldade em completar escala tem pressionado as indústrias a oferecerem melhores preços aos produtores, e desta forma o boi gordo à vista tem galgado consecutivas valorizações nas últimas semanas, voltando ao patamar dos R$ 123/@, fato que não acontecia desde o dia 25 de maio”.

Para o instituto, como a seca não deve dar trégua até o início de outubro e as entregas do segundo giro do confinamento se concentram após o mês de setembro, “uma lacuna de oferta se abre no mês de setembro e tal fato pode indicar mais poder de barganha para o pecuarista negociar melhores preços”.

Autoria: Agronotícias MT
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

As mulheres da minha vida

Thomires era o nome da minha avó paterna.  Descendente de franceses, tinha a pele muito alva e os olhos azuis claros, que lembravam o mar. O louro esbranquiçado do seu cabelo remetia-me aos das minhas bonecas. Adorava admirar o...

 
 
 
 
Sitevip Internet