Notícias / Meio Ambiente

17/08/15 às 21:10 / Atualizada: 17/08/15 às 21:22

Filhote de onça-pintada será encaminhado para Instituto de Goiás

Fernanda Nazário

Assessoria

Imprimir Enviar para um amigo
Filhote de onça-pintada será encaminhado para Instituto de Goiás

A Sema encaminhará nas próximas semanas duas onças-pintadas para a ONG que tem a missão de preservar este animal ameaçado de extinção no Brasil. A proposta é proporcionar ambiente favorável para a reinserção no habitat natural

Foto: Lucas Ninno/GCOM

O filhote de onça-pintada conhecido como Dingo será encaminhado para o Instituto Onça-Pintada (IOP), localizado em Mineiros, no Estado de Goiás. Resgatado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) com aproximadamente cinco quilos, Dingo continua crescendo de maneira saudável e chegou aos 8 kg. No entanto, a transferência é necessária para que ele possa ser adequadamente reinserido em seu habitat natural.
 
Segundo o gerente de Fauna da Sema, Ronoaldo Ferreira, o IOP fica em um cenário florestal e possui uma metodologia de trabalho voltada para a preservação de onças-pintadas. Mas, isso não significa que Dingo retornará rapidamente para a natureza. Ele será solto apenas quando estiver na fase adulta, o que pode demorar três ou quatro anos.

Ronoaldo explica que como o animal foi separado da mãe ainda filhote, não passou pela fase de ‘sair da toca’, momento em que a mãe o ensina a viver sozinho. Caso fosse solto agora, Dingo poderia sofrer com a ação de predadores e morrer. A solicitação da transferência do filhote já foi solicitada, porém, a data ainda não está definida. “A Sema está aguardando a liberação da equipe que cuida do trâmite de busca”.

Por enquanto, o animal continua no centro de triagem do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA), localizado em Várzea Grande. Ronoaldo explica que apesar do sucesso do animal nas redes sociais, ele não pode receber a visita de pessoas. “Não é bom confundir o centro com um zoológico”.

 Dingo não irá sozinho para Mineiros. Outra onça-pintada capturada há dois meses em uma fazenda em Lucas do Rio Verde também irá com ele. Atualmente, 46 animais estão no centro de triagem do BPMPA. Na semana passada dez foram soltos. De acordo com Ronaldo, a maioria dos bichos chegou por atropelamento na beira da estrada - durante a fuga de seu hábitat natural - ou estava na propriedade de alguém.

Trajetória de Dingo
Em abril deste ano um fazendeiro do município de Novo Mundo (785 km ao norte de Cuiabá) encontrou Dingo à beira da estrada e, desde então, deu abrigo a onça. Ao se passar um mês sob os cuidados dele, no dia 17 de junho ele resolveu entrar em contato com a Sema para saber o que devia fazer. A Secretaria enviou uma equipe do BPMPA para resgatar o filhote que estava com apenas 70 dias de vida e o colocou no centro de triagem, local onde ficam os animais resgatados. A partir daí a oncinha ganhou o carinho dos mato-grossenses, recebeu um nome e hoje se prepara para voltar pro seu meio natural.

 O instituto
Foi fundado em junho de 2002, por pesquisadores com amplo histórico de trabalho dedicado à espécie, e tem como missão ‘Promover a conservação da onça-pintada, suas presas naturais e seus habitats ao longo de sua área de distribuição, assim como a sua coexistência pacífica com o homem, através de pesquisa e estratégias de conservação’. Hoje o IOP é a única ONG dedicada exclusivamente a promover a conservação da onça-pintada.

 Lista de extinção
No Brasil, a onça-pintada é listada pelo Ibama (2003) como ameaçada de extinção. Globalmente é classificada como ‘quase ameaçada’. A conversão de seu habitat natural para atividades agropecuárias é a principal causa da redução de 50% de sua distribuição original, sendo que a espécie foi extinta em dois (Uruguai e El Salvador) dos 21 países em que ocorria historicamente. O peso de uma onça-pintada adulta pode variar entre 35 kg e 130 kg, conforme a idade, e geralmente os machos são mais pesados que as fêmeas. Sua expectativa de vida vária entre 10 e 20 anos.

Denúncia
Embora neste caso o empresário tenha feito o resgate do filhote, a Sema orienta que quem presenciar atropelamentos ou outras situações como esta, de abandono, tenha cuidado. Alguns animais silvestres oferecem riscos, especialmente quando machucados. Para outras informações ou mesmo resgate, a Sema orienta ligar para o número 190 da Polícia Militar. Em caso de dúvida, fale na Coordenadoria de Fauna: (65) 3613-7291.
  • Filhote de onça-pintada será encaminhado para Instituto de Goiás
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - 'Destino da Terra e causas das misérias humanas'

“Admira-se de encontrar sobre a Terra tanta maldade e más paixões, tantas misérias e enfermidades de toda a sorte, concluindo-se quão deplorável é a espécie...

 
 
 
 
Sitevip Internet