Artigos / Benedito Figueiredo Junior

26/12/16 às 13:21

Os tipos de cirurgia íntima feminina

Imprimir Enviar para um amigo
Muitas mulheres se incomodam com sua anatomia íntima e procuram um cirurgião plástico para alterar a aparência da região pubiana feminina. Neste artigo vou trazer as várias cirurgias possíveis que podem melhorar a autoestima.
 
A realização dessas cirurgias em geral é simples com anestesia local e não é necessário internação. O pós-operatório é como de um parto, 40 dias sem atividade sexual para total cicatrização.
 
Conheça os vários tipos:
 
Ninfoplastia  -  Essa é a mais realizada que tem como objetivo reduzir ou redefinir os pequenos lábios vaginais, algumas mulheres possui hipertrofia, ou seja os pequenos lábios maiores que os grandes lábios, o que pode causar desconforto durante a relação sexual ou constrangimento ao utilizar biquínis. Também há o caso de flacidez nos grandes lábios, que pode acometer mulheres com mais de 40 anos, então é possível fazer um enxerto com gordura da própria paciente nos grandes lábios.
 
Lipoaspiração no Monte de Vênus- Região acima do púbis, parte com pelos. Algumas mulheres tem gordura nesse local notável  ao utilizar calça justa ou biquíni. Durante a lipoaspiração, há a eliminação dessa gordura e, quando necessário, também retirado o excesso de pele.
 
Himenoplastia ou Reconstrução Himenal – Rara mais tem procura. Algumas mulheres querem ‘voltar a ser virgem’ para um novo casamento. Nesse caso é reconstruído um hímen com  fragmentos que ficam do hímen rompido na vagina ou com mucosa de outra parte do corpo.
 
Clitoriplastia - Reconstrução do clitóris em caso de má formação ou quando a região é encoberta, prejudicando a vida sexual da mulher.
 
Pós-operatório – Pode acontecer arroxeamento da área operada. Deve-se evitar relações sexuais pro 40 dias, exercícios físicos por 4 dias, higienizar o local com água morna e sabonete neutro no banho e ao usar o banheiro.
 
Contraindicações - A cirurgia íntima não possui contraindicações absolutas, no entanto, como em qualquer cirurgia, indivíduos com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e insuficiência cardíaca, descontroladas devem evitar procedimentos cirúrgicos. Por isso a importância de fazer os exames pré-operatórios. E ainda realizar a cirurgia plástica  com um cirurgião plástico habilitado para evitar riscos.
 
Benedito Figueiredo Junior

Benedito Figueiredo Junior

Benedito Figueiredo Junior é cirurgião plástico na Angiodermoplastic. CRM 4385 e RQE 1266.
ver artigos

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Eduardo Gomes de Andrade

De palmatória

Dante de Oliveira, autor da emenda da eleição direta, é citado por seu suposto lado ambientalista enquanto criador de parques e reservas. Não vejo nesse rótulo o cerne de seu perfil, pois a verdadeira biografia...

 
 
 
 
Sitevip Internet