Artigos / Juacy da Silva

04/12/15 às 08:33

DIAS HISTÓRICOS

Imprimir Enviar para um amigo
Com  a chegada do PT  ao poder muita coisa mudou na política brasileir. Tendo em vista o programa  do partido e a forma crítica como agia desde o governo Sarney, passando pela Constituinte e pela promulgação da Constituição de 1988, que o PT  se recusou a assinar, apesar de a mesma  ter sido considerada  um avanço para o Brasil,  passando pelo tumultuado e curto mandato de Collor, que  também  o PT ajudou a desalojar do poder e, de forma mais virulenta quando do governo FHC,  o discurso do referido partido sempre foi na defesa da “ética na política”  e a condenação mordaz contra a corrupção.
 
Quis o destino que que o PT acabassse bebendo e continua bebendo de seu próprio veneno. Nunca  antes na história do Brasil,  um partido  e seus aliados jamais estiveram tão envolvidos em esândalos de corrupção.  Nesses praticamente 13 anos de poder, os governos Lula e Dilma estiveram e estão  cada vez mais envolvidos em  práticas e esquemas de corrupção.
 
De lider sindical, no caso de Lula e de guerrilheira , no caso de Dilma, o discurso e as práticas de ambos ao longo de suas vidas, antes da chegada ao poder, sempre  foram em defesa dos trabalhadores, dos humildes, dos excluidos e  a condenação  aberta e firme ao capitalismo, a ditadura, ao  imperialismo  e de apoio, pelo menos da boca prá  fora,  `a demoscracia, aos Estado de Direito  e a condenação  `a corrupção.
 
Ao  chegarem  ao poder,  ou até  mesmo antes de tomar posse, no caso de Lula, o discurso mudou radicalmente, a começar pela famosa “Carta aos brasileiros”, onde Lula  faz  um afago aos empresários, ao capitalismo e ao imperialismo. E no caso de Dilma, que defendia a luta armada para a derrubada dos militares, passou a condenar a oposição, não aceitar as  manifestações de massa  e a condenar qualquer ação política mais  violenta, mesmo que muito menos do que a luta armada `a qual  ela  aderiu em sua juventude.
 
Pior do que isso,  os governos Lula e Dilma, aliaram-se a figuras tidas pela opinião pública como  políticos corruptos  e outros, incluindo empresários , que se aproximaram do poder para realizarem negócios  excusos, tendo como parceiros gente do alto escalao governamental  e do mundo politico e  também do  sub-mundo do crime.
 
Diversos escândalos envolvendo gente  importante do PT e de outros partidos da  base de apoio dos Governos Lula e Dilma  acabaram sendo denunciados e condenados, a   partir das  investigações das CPIs  dos Correios , cujo símbolo maior foi o MENSALÃO, quando foram presos e condenados membros da cúpula  do PT e do Governo, com destaque  para o ex-ministro e homem forte do Governo Lula, José Dirceu, João Paulo Cunha, José Genoino e Delúbio Soares e outros mais.
 
Com  o estouro do PETROLÃO/LAVA  JATO,   o  envolvimento de integrantes  do PT, do PMDB, PP  e outros partidos que integraram  o Governo Lula e continuam a integrar o Governo Dilma, envolvendo o maior  roubo de que se tem história no Brasil, quando a PETROBRÁS , maior estatal  e símbolo  da eficiência brasileira,  foi  e continua sendo literalmnte destruida pela corrupção,  por quadrilhas formadas por grandes empreiteiras e figuras importantes do Governo, percebe-se que muita coisa já aconteceu e ainda  vai acontecer  nas investigações.
 
Mais  de 56 Deputados Federais  e Senadores da República, fazem parte da  famosa “Lista de Janot”  como suspeitos e investigados  pela Polícia Federal, pelo Ministério Público Federal  sob  a batuta  da Justiça  Federal  do Paraná  e pelo próprio Supremo Tribunal Federal, incluindo os Presidentes do Senado e da Câmara Federal, sucessores naturais da Presidente, caso a mesma  e seu vice, sejam afastados dos cargos.
 
Contra Dilma e Michel Temer tem ainda uma investigação por parte da Justiça Eleitoral por uso de dinheiro sujo, oriundo da corrupção na Petrobrás,  nas  campanhas de 2006 e  2010, além  do início da tramitação  do processo de impeachment de Dilma na Câmara Federal,  a partir da aceiação  da denúncia formulada por Hélio Bicudo e Miguel Realde JR e aceita pelo Presinte da Câmara Federal na tarde da última terça feira.
 
Dois outros  fatos aconteceram  recentemente,  a  prisão do Senador Delcídio Amaral, nada menos do que o Líder do Governo Dilma no Senado, juntamente com um dos maiores banqueiros do país, que vai fazer comapnhia aos maiores empresários do ramo de construção civil, ja presos e condenados pela  Justiça Federal do PR  e também  a autorização do STF para que sejam abertas novas investigações, por corrupção, contra os senadores Renan Calheiros , Jader Barbalho e um outro deputado, todos do PMDB.
 
Existe uma relação circular  entre a crise política que se agrava a  cada dia  e a crise econômica que se aprofunda, com dados e aspectos negativos a cada trimester, veiculados por orgãos  oficicias de pesquisas como o IBGE, IPEA  ou institutos de pesquisas renomados como a FGV e outros vinculados ao Mercado.
 
A recessão  econômica deve chegar a 3,5% em 2015 e continuar por mais um , dois out res anos, a queda dos investimentos nacionais e estrangeiros no país estrangula o future; a carga  tributária aumenta mas a arrecadação dos governos  federal, estaduais e municipais diminui,  acarretando piora nos serviços públicos, a inadimplência atinge mais de 57 milhões  de pessoas e  as  contas públicas do Governo Federal devem  “fechar” o ano no vermelho, com um rombo de R$120 bilhões  de reais e a dívida pública sob  a  responsabilidade do Governo Federal deve chegar a R$2,5trilhões de reais.  Ou seja, a incompetência do Governo Dilma  está afundando o Brasil tanto na política quanto e, principalmente,  na economia, paralizando as atividades econômicas e comprometendo a governabilidade e estabilidade das instituições,colocando em risco a estabilidade democrática.
 
Resumindo,  estamos vivendo dias históricos e tenebrosos em nosso país,  quando figurões,  antes tidos como acima de qualquer suspeita , acima da Lei,  agora  estão sendo investigados e poderão  ser  condenados e presos. Sinal dos tempos? Talvez sim, e talvez a recuperação da esperança que  deverá vencer a corrupção,  a mediocridade e o imediatismo do atual governo.
Juacy da Silva

Juacy da Silva

JUACY DA SILVA, professor universitário, fundador, titular, aposentado UFMT, sociólogo, mestre em sociologia, colaborador de alguns veiculos de comunicação. Email profjuacy@yahoo.com.br Twitter@profjuacy
 
ver artigos

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Não percamos tempo!

             A Terra é um dos Planetas ainda bem distante da perfeição. Se isso não é novidade para quem se aprofunda nos estudos, para os demais...

 
 
 
 
Sitevip Internet